em - Deixe um comentário

Cibersegurança, os consumidores se sentem vulneráveis

O ano de 2020 testemunhou um grande boom no comércio eletrônico. De acordo com um relatório recente da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, 19 por cento das vendas em todo o mundo no ano passado foram feitas online. Embora muitos tenham apreciado a conveniência adicional em tempos de pandemia, essa tendência também foi acompanhada por alguns inconvenientes.

Essa foi a constatação de um estudo recente realizado pela empresa americana NortonLifeLock. Questionou consumidores de dez países, incluindo a França. Esta é uma oportunidade de aprender mais sobre os problemas de segurança cibernética que eles encontram.

Senhas mais fortes para combater ameaças

Uma coisa é certa: desde o início da pandemia, os entrevistados se sentem cada vez mais vulneráveis ​​ao cibercrime. Setenta e quatro por cento acreditam que o teletrabalho facilita o trabalho de agentes mal-intencionados. 65% confirmam que passam muito mais tempo online do que no passado, o que aumenta o risco. Na verdade, 63% dos entrevistados dizem que são muito mais cautelosos porque estão cientes dos riscos envolvidos.

Infelizmente, esses medos não se baseiam em palavras vazias. Ao todo, estima-se que 330 milhões de pessoas tenham sido vítimas de crimes cibernéticos em todo o mundo em 2020 e 2700 bilhões de horas foram perdidas tentando resolver os problemas criados por esses ataques.

Norton também analisou o impacto psicológico entre os consumidores. Sem surpresa, 52% dos entrevistados estão com raiva, enquanto 46% se sentem estressados ​​e 31% sentem que não têm solução. O roubo de identidade está se tornando um problema recorrente experimentado por 55 milhões de pessoas no ano passado, de acordo com leituras da empresa.

Para enfrentar os riscos, 48% dos usuários da Internet decidiram criar senhas mais complexas e 38% compartilham menos informações pessoais nas redes sociais. Além dessas medidas de bom senso, o uso de uma solução antivírus adequada também é essencial. Você pode encontrar nosso guia completo sobre este assunto para ajudá-lo a fazer a escolha certa.

Consumidores de cibersegurança se sentem vulneráveis
Deixe um comentário