em - Deixe um comentário

Novo cibercrime: o teletrabalho é a nova vítima

No ano passado, vimos um aumento considerável nos casos de crimes cibernéticos. O teletrabalho se tornou uma nova realidade em muitos setores, o que criou várias vulnerabilidades que não existiam antes.

Devido ao surgimento do teletrabalho, embora não criado em confinamento, mas essencialmente utilizado durante a pandemia Covid-19, os ataques via RDP (Remote Desktop Protocol) aumentaram 768%.

O teletrabalho é essencialmente um fenômeno de necessidade. Seu surgimento em massa foi extremamente repentino, inúmeros setores adotaram essa medida para poderem continuar suas atividades profissionais. A maioria deles fez isso por necessidade e por obrigação. Muitos deles, para não encerrar totalmente a sua atividade.

O grave problema é que a maioria das empresas e trabalhadores continuam a trabalhar diariamente sem nenhum dispositivo de segurança. A maioria nem sequer é conhecida por ter uma VPN ou um certificado de e-mail.

A exposição ao perigo e a vulnerabilidade de nossos dados é um alerta e uma preocupação ativa no dia a dia de todos. A pandemia nos trouxe uma evolução tecnológica, devemos evoluir todos os processos nela. A segurança é uma delas, e sem segurança não há avanço!

Novo cibercrime
Deixe um comentário