em - Deixe um comentário

Portugal sobe na cibersegurança global

Portugal passa para o 14º lugar no Índice Global de Cibersegurança 2020 da International Telecommunication Union (42º em 2018) e para o 8º lugar no ranking regional (Europa) (25º em 2018). A melhoria de Portugal neste índice deveu-se ao conjunto de iniciativas legislativas, técnicas, organizacionais, de capacitação e cooperação definidas e implementadas para reforçar o quadro da cibersegurança a nível nacional nos últimos anos.

Este relatório, que analisa um conjunto de evidências sobre a segurança do ciberespaço nacional, classifica como pontos fortes em Portugal as medidas legislativas e regulamentares, a existência e implementação de capacidades ao nível das equipas de resposta a incidentes - nacionais e sectoriais - e a cooperação e sinergias entre agências e setores.

Muito próximas de uma classificação máxima estão também as medidas implementadas ao nível estratégico e organizacional e as medidas de sensibilização, formação, formação e educação para a cibersegurança.

Lembre-se de que o Índice Global de Segurança do Ciberespaço foi lançado pela primeira vez em 2015 pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) para medir o compromisso de 193 Estados Membros da UIT com a segurança do ciberespaço, a fim de ajudá-los a identificar áreas de melhoria, mas também para encorajar os países a agir por aumentar a conscientização sobre o estado da segurança cibernética em todo o mundo. Estamos falando sobre riscos, prioridades e recursos de segurança cibernética em evolução, aos quais o Índice Global de Segurança Cibernética também se adaptou para fornecer um número maior de medidas de segurança cibernética a serem consideradas pelos países.

Ranking de Portugal
Deixe um comentário